MINDFULNESS EM TEMPOS DE PANDEMIA

Durante esse momento de distanciamento social que estamos vivendo por conta do novo coronavírus é normal que a gente experimente sensações e emoções que antes nem sabíamos que existiam. São tantos anseios, tantas incertezas quanto ao futuro que às vezes fica difícil até de conviver com nós mesmos.

E quantas vezes você já parou para analisar os seus sentimentos e tentar entender de onde eles surgiram?

Dentro dessa perspectiva surgiu o Mindfulness, definido pelo analista comportamental Maclean Oliveira como um conjunto de técnicas meditativas com foco no momento presente, sendo um método de treinamento mental com o objetivo de diminuir os conflitos internos, encontrando tranquilidade interna e fazendo o indivíduo sair do “modo automático” do dia-a-dia.

Conversei com o psicólogo e co-founder da Iniciativa Mindfulness, Tiago Tatton, para entender melhor como funciona o Mindfulness e como ele pode ser um grande aliado durante a pandemia da Covid-19.

O que é e como funciona o Mindfulness?

É ao mesmo tempo um estado mental de presença e uma prática.

É o estado mental de estar no momento presente com o que acontece aqui e agora e na sua experiência, no que acontece no seu corpo, na sua mente e nas suas emoções. E é uma prática porque fazemos exercícios para entrar em contato e desenvolver esse estado mental de presença.

Não é uma prática para que a gente se sinta calmo ou tranquilo. É uma prática para que a gente olhe a nossa experiência tal qual ela é. Se existe raiva, dor ou medo, eu olho para essa experiência para tentar manejar da melhor maneira possível o que está presente.

Quais os benefícios para nossa saúde física e mental?

Um dos principais benefícios é o manejo do estresse. É a capacidade de manejar com mais consciência os desafios da vida.

De modo geral os programas de Mindfulness são para as pessoas terem melhor qualidade de vida, redução do estresse, melhor qualidade do sono, melhor capacidade de regulação emocional e observar os pensamentos.

Esses benefícios estão documentados em mais de 40 anos de pesquisas científicas profundas de grandes universidades como Oxford e Harvard.

Todo mundo pode praticar? Existe alguma restrição?

De um modo geral todos podem se beneficiar do Mindfulness. Ele é recomendado para pessoas que estão saudáveis, mas estão enfrentando estresse, por exemplo.

Como é uma prática para olhar e perceber o que está presente, pessoas que estão passando por momentos muito difíceis na vida, como por exemplo condições clínicas específicas como depressão ou momento de luto, exigem algumas restrições.

Então existe sim contraindicação para a prática de Mindfulness. Por isso é recomendado uma avaliação de como a pessoa está naquele momento antes de desenvolver a prática.

Como o Mindfulness pode ajudar nesse período de pandemia do coronavírus?

A gente é tomado por muito medo, preocupação, os desafios de ficar em casa, o futuro incerto… A prática do Mindfulness nesse período pode ajudar a pessoa a entrar em contato consigo mesma e entender exatamente o que está sentindo.

Então, conseguir olhar para esses medos e essas dificuldades com lucidez é o principal benefício que o Mindfulness nos traz. Se eu consigo olhar e entender esses sentimentos com clareza, é mais fácil de eu saber conviver com isso tudo.

Como praticar o Mindfulness no dia a dia?

Fazendo exercícios que aprendemos nos programas de Mindfulness.

Pequenas pausas durante o dia para entrar em contato consigo, olhar o que seu corpo precisa naquele momento, se tem alguma emoção presente que precisa da minha atenção…

Essa capacidade de auto-regular melhor o que estamos sentindo ajuda a nós mesmos e as pessoas que estão ao nosso redor.

Existem instrutores capacitados e habilitados no mundo inteiro que podem te ajudar a desenvolver melhor essas práticas.

E quando voltarmos à “vida normal”? Como o Mindfulness poderá nos ajudar?

Se a gente passar por esse momento difícil com lucidez, teremos a oportunidade de aprender uma série de lições sobre o que realmente é importante para você. Reinventar o sentido da vida e reavaliar o que é significativo.

Não falo de estar relaxando, respirando fundo e dormindo bem. Quem está passando por essa situação de uma maneira “mindful”, entrando em contato com tudo que é difícil que está surgindo agora, vai carregar consigo aprendizados preciosos para o resto da vida.

Por Laura Medina

 

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Deixe seu comentário