GUARANÁ: DA TRIBO AO BOLO

Saborear um refrescante copo de guaraná como acompanhamento – ou não, apenas ele mesmo – é para muitos uma satisfação inigualável, que além de proporcionar prazer ao paladar também desperta memórias gustativas.

A LENDA DA BEBIDA BRASILEIRA

Essa bebida tradicionalmente brasileira que tem sua origem em uma fruta amazônica e sabor inconfundível também carrega em sua história uma lenda sobre um casal de índios da tribo Sateré-Mawé e seu filho, um indiozinho apaixonado por frutas. Após a inveja de Jurupari, uma entidade do mal, que se transformou em cobra e picou o menino que não resistiu, o casal seguiu o conselho de Tupã e plantou os olhos do indiozinho no chão da tribo que sob as lágrimas do casal nasceu uma plantinha com frutos vermelhos que se pareciam com os olhos do pequeno índio e acabou trazendo abundância para a tribo.

 

Mas além desta bela lenda, o cipó originário da Amazônia carrega em seus frutos diferentes propriedades, sendo atribuído a eles principalmente a função de estimulante cerebral e muscular.
Dentre suas apresentações como em pó e cápsulas, encontramos a mais conhecida e saborosa forma de consumir este valioso produto: o refrigerante de guaraná.
Um refrigerante de guaraná tem sabor de memória, como quando lembramos de momentos passados em que as bolhas e sabor adocicado estavam presentes. Ele também marca presença em encontros de família ou comemorações como aniversários ou quando serve de acompanhamento aos alimentos tipo snack como pipoca ou salgadinhos. Este sabor pode ser explorado em receitas diversas, como em receitas de batidas, massas para pastel, mousses ou bolos que surpreende quem experimenta e rende elogios à quem faz. A seguir, uma receita super simples onde o ingrediente principal é nosso protagonista de hoje: o GUARANÁ

 

RECEITA

INGREDIENTES
MASSA:
2 xícaras chá de açúcar
5 ovos
3 xícaras chá de farinha de trigo
1 xícara chá de guaraná sem gelo
1 colher sopa de fermento em pó

COBERTURA:
1 vidro de 200ml de leite de coco
1 vidro da mesma medida de guaraná
Coco ralado para polvilhar

MODO DE PREPARO
MASSA:
Bata o açúcar com as gemas até formar um creme fofo.
Adicione o guaraná e bata mais um pouco, vá acrescentando a farinha de trigo, fermento em pó e misture sem bater, até ficar homogêneo.
Reserve.
Bater as claras em neve e incorpore-as delicadamente à massa.
Despeje a massa em uma forma redonda untada e enfarinhada e asse em forno médio pré-aquecido (180º graus) de 20 a 25 minutos retire do forno e fure com palito.
COBERTURA:
Misture o leite de coco com o guaraná mexer bem.
A seguir despeje sobre o bolo frio e polvilhe coco ralado.

Depois, é só cortar e servir.
Bom apetite.

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Deixe seu comentário