SAIBA COMO COMBINAR GUARNIÇÕES DA GIM TÔNICA

A ÁGUA TÔNICA E O GIM

A água tônica se origina na Espanha, quando em 1638 a Condessa de Chinchon adoeceu de malária e os índios, conhecedores das plantas, prepararam uma poção feita com a casca de uma árvore chamada Kina – o quinino, e…bem, toda esta história sobre a água tônica você encontra aqui http://fontesarandi.com.br/gim-tonica-uma-mistura-com-historia/, no nosso blog.

A gim tônica surge com a necessidade de os soldados ingleses consumirem quinino para evitar a malária. Como o tônico quinino possuía sabor amargo, eles adicionavam gim à bebida.

Atualmente, a gim tônica vem ganhando apreciadores não sendo apenas os soldados ingleses que podem saborear esta bebida, e há diversas formas de prepará-la.

 

DIFERENTES COMBINAÇÕES

Cada fórmula de gim depende de como cada fabricante à explora, sendo que algumas marcas utilizam ingredientes únicos.

Para quem gosta de misturar gim com chás, vale o lembrete: é preciso realizar a infusão da erva no destilado antes de adicionar a tônica. “É a tônica que une todos os ingredientes do drinque e é por isso que só entra no final. É sempre bom seguir a ordem das coisas, até por que se entra água demais, o sabor se perde”, instrui a bartender brasiliense Dayane Dias.

Confira rótulos nacionais e importados e como cada um deles harmoniza com diferentes elementos na hora de fazer um gim tônica.

Veja a lista escolhida pela bartender Dayane Dias:

 

Gim Arapuru

O rótulo deste gim nacional adianta: a bebida funciona muito bem com caju. “A fruta traz a doçura do gim. Para quem gosta de um sensorial mais cítrico, ele funciona também com laranja bahia, mexerica ou limão tahiti. Dá também para usar temperos regionais como cardamomo e pimenta-rosa”, sugere Dayane.

Jungle Gin

Este gim nacional funciona bem com uma imensa seleção de frutas: mirtilo, laranja bahia, mexerica, limão tahiti ou siciliano. “Para um aroma mais refrescante, vale combinar o cítrico com manjericão. Vai muito bem com o anis estrelado, que é uma guarnição que começa amarga e finaliza com dulçor. A pimenta-rosa também combina, e eu adoro canela. Acho que esses três últimos temperos funcionam muito bem em uma gim tônica com o Jungle”, avalia a bartender.

Gim Amázzoni

“O Amázzoni carrega em si muitas receitas, combina muito com frutas tipicamente nacionais como mexerica, carambola, caju… Eu gosto de usar, com o caju, manjericão, alecrim ou hortelã, para dar um toque mais refrescante. Outra combinação que funciona é folha de louro fresca com pimenta-rosa”, ensina Dayane.

Gim Virga

Este gim brasileiro é feito com cana, coentro, zimbro e pacová. “O bacana desse gim é que ele vai bem com sabores doces e amadeirados, raramente se trabalha com cítricos. Dá para usar baunilha, por exemplo, a essência mesmo. Ela vai dar um toque amadeirado, um sabor muito interessante para quem espera que o gim seja apenas amargo, é uma experiência completamente nova com a gim tônica”, explica a bartender. Sementes de coentro e o próprio coentro fresco vão bem como guarnição para esse destilado.

Bulldog London Dry

Este gim clássico inglês tem uma composição cítrica e funciona bem com clássicos como limão tahiti, siciliano ou toranja. “Eu adoro misturar canela em pau na gim tônica e acho que vai bem com o Bulldog, principalmente para quem não quer a bebida cítrica demais”, comenta Dayane.

Gordon’s Pink

A modalidade cor-de-rosa do gim chegou para ficar. Indicado para o consumidor que prefere um sabor mais adocicado, que ainda não se acostumou com o amargor característico da bebida. “O da Gordon’s tem um sabor cítrico e levemente adocicado. Vale explorar frutas como morangos, amoras, framboesas… A combinação vai bem com qualquer gim pink, mas esse é o meu favorito”, confessa a especialista.

Hendrick’s Gin

Parece estranho, mas é isso mesmo: o Hendrick’s vai bem com pepino e pétalas de rosas. “Faz parte da composição dele. Não tem muito segredo, esse é um gim clássico que vai bem com esses dois aromas, com notas mais herbais e aromáticas”, instrui a bartender.

Gim Tanqueray

Outro clássico inglês, o Tanqueray é um coringa no mundo do gim. “Ele vai bem tanto com limão, quanto com laranja, porque tem notas mais cítricas em sua composição”, ensina Dayane.

Tanqueray Flor de Sevilla

De cor âmbar vibrante, esta modalidade do Tanqueray é feita com a laranja de Sevilla, uma fruta amarga de retrogosto adocicado. “Por si só, é um gim bastante cítrico. Casa bem com laranja, mas eu gosto de sugerir a mexerica com toques de manjericão”, comenta a bartender.

 

Agora que você conhece as diferentes combinações, adquira usa Água Tônica Sarandi e aprecie sua gim tônica.

 

(não recomendado para menores de 18 anos)

 

Fontes:

https://www.metropoles.com/vitrine-m/bartender-da-dicas-de-como-combinar-guarnicoes-da-gin-tonica-com-cada-gim?amp

 

GIM-TÔNICA. UMA MISTURA COM HISTÓRIA

 

https://fontesarandi.com.br/produtos/agua-tonica/

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Deixe seu comentário